AÇÃO DESTAQUE

A ação foi a elaboração de um livro intitulado “Isolamento Social e a COVID -19: Aspectos Práticos” com a participação de orientandos do PROFNIT Ponto Focal UFPI e de outros PPGs da UFPI, além de alunos de PIBIC e PIBIT.

Através do perfil do instagram @labrombioqlasa é possível ter acesso a mais informações e orientações sobre aspectos relacionados ao isolamento/afastamento social e a COVID -19 .

Link do livro: http://ufpi.br/noticias-coronavirus/36414-nao-publicar-lancado-livro-digital-isolamento-social-e-a-covid-19-aspectos-praticos

PROFNIT e Coronavírus (COVID-19, SARS-COV-2) : Vamos divulgar o que você está fazendo!

O PROFNIT está atuando intensamente neste desafio global da humanidade, contribuindo para controlar e acabar a pandemia. Estamos articulando e divulgando as ações e atividades dos PROFNITIANOS com o objetivo de aumentar o engajamento e disseminar as boas práticas.
Publicaremos periodicamente notícias e divulgaremos na Rede PROFNIT as informações que recebermos por meio do preenchimento do formulário disponível abaixo:

Acesse aqui o formulário! 

Rede PROFNIT

Mapa do PROFNIT no Brasil

Apresentação

O PROFNIT® é um Programa de Pós-Graduação em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para a Inovação. stricto sensu, dedicado ao aprimoramento da formação profissional para atuar nas competências dos Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs) e nos Ambientes Promotores de Inovação nos diversos setores acadêmico, empresarial, governamental, organizações sociais, etc.

É um programa presencial do FORTEC (www.fortec.org.br), em rede nacional de Pontos Focais, com Sede Acadêmica em um dos pontos focais, oferecido aos profissionais graduados que atuam em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia e Inovação Tecnológica dentro do âmbito das competências dos Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs), servidores e membros de equipes de Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs), bem como em outras instâncias afins do Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (SNCTI).

Os alunos não pagam anuidades e os professores não recebem pró-labore, sendo uma contribuição social da FORTEC (Associação Brasileira de Gerentes de Inovação e Transferência de Tecnologia www.fortec.org.br), e sendo co-financiado pelo governo brasileiro e por outras organizações.

Trata-se de uma contribuição social da Associação Fórum Nacional de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia – FORTEC, em associação com Instituições de Ensino Superior, à formação de recursos humanos a nível de mestrado para atuar na áreas de Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovação, tais como Núcleos de Inovação Tecnológicas, Centros de Inovação Tecnológica, Agências de Fomento à Pesquisa, Desenvolvimento & Inovação, entre outros ambientes de inovação.

O Mestrado Profissional é oferecido nacionalmente, compreendendo todas as regiões do Brasil e foi recomendado com nota 4 pelo Conselho Técnico-Científico da Educação Superior – CTC-ES da CAPES, em sua 159a reunião, realizada nos dias 18 e 19 de junho de 2015 (Portaria de Ato Normativo de Reconhecimento No. 0559, data da Publicação: 01/07/2016, Parecer CNE 561/2015)

O Mestrado Profissional é também oferecido anualmente para alunos estrangeiros.

O PROFNIT é coordenado pelo Conselho Gestor (CG) e pela Comissão Acadêmica Nacional (CAN), que operam sob a égide do Diretório do FORTEC, tem um Ponto Focal Sede, e é executado pelas Comissões Acadêmicas Institucionais (CAIs) dos Pontos Focais.

Perfil do Egresso

Na sua atuação dentro das competências dos NITs, o mestrando deverá ter os conhecimentos básicos para o diálogo academia-empresa, estando habilitado a interagir propositivamente com os setores governamental, empresarial e acadêmico.

Destacam-se:

  • Conhecer legislação e políticas públicas referentes à Propriedade Intelectual e à Transferência de Tecnologia e à Inovação Tecnológica;
  • Conhecer e propor políticas de estímulo à proteção das criações;
  • Avaliar a conveniência da proteção das criações e sua divulgação;
  • Processar pedidos e fazer a manutenção dos títulos de propriedade intelectual;
  • Atuar no licenciamento, inovação e outras formas de transferência de tecnologia;
  • Desenvolver estudos de prospecção tecnológica e de inteligência competitiva no campo da propriedade intelectual, de forma a orientar as ações de inovação das Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs);
  • Desenvolver estudos e estratégias para a transferência das inovações geradas pelas Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs);
  • Promover e acompanhar o relacionamento da Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs) com empresas;
  • Negociar e gerir os acordos de transferência de tecnologias oriundas das Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs).
  • Atividades rotineiras de diálogo e de ações academia-empresa, interagindo propositivamente com os diversos setores.